Por que é tão difícil fazer dieta?

Comer menos, focar no frango grelhado, salada e batata doce, tomar aquele belo suco detox, se jogar nas frutas e legumes, tudo isso parece difícil para você? Pois bem, agora é comprovado que as dietas e o cérebro não combinam. Um estudo americano sugere que ele simplesmente está programado para odiá-las! Parece que agora tudo faz sentido, não é?

Os pesquisadores fizeram experiências com os chamados “neurônios da fome”, que seriam os responsáveis pela aversão do nosso organismo às dietas. Quando pessoas que estão limitando os alimentos são expostas à ambientes nos quais a comida está sempre disponível, é praticamente impossível ignorar os estímulos desses neurônios à ingestão deles, chegando à níveis de irritação.

mapa-do-cerebro

Resumindo: esses neurônios nos ensinam a satisfazer nossas necessidades fisiológicas de matar a fome, nos alimentando até atingir a saciedade e, quando estamos em dieta, os estímulos continuam e, consequentemente, passamos a odiar o fato de estar nessa condição, abrindo caminho para as escapadas e tentações.

Nas pesquisas, os cientistas americanos constataram que os “neurônios da fome” fazem com que a pessoa sinta um gosto melhor ao se alimentar, pois está ingerindo a comida de forma prazerosa. Quando ela está em dieta, ela ingere comidas que não estimulam a saciedade e, desta forma, os neurônios continuarão estimulando a vontade de comer e a sensação de fome.

Complicado lutar contra esta máquina chamada cérebro, não? Mas o importante é não desistir e, se tiver na dieta, seguir firme!

 

About The Author

Ancelmo Vancetto

Designer gráfico com especialização em dislexia e DDA pela universidade de... de ... De onde mesmo? Come Ritalina como se fosse MM's e adora moda (inventar inclusive). É amigo da Shakira no Twitter, cover da Marília Gabriela e apaixonado por ilustração. Se tiver um filho vai se chamar Moleskini.

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.